meu cérebro na rede

Pois bem, não é que me rendi a esse negócio de blog? A inspiração para criá-lo vem do blog do Bruno Medina, do Los Hermanos. Lá ele escreve - muito bem, por sinal - aquele monte de filosofia barata que a gente produz diante das bizarrices cotidianas. Não, não pretendo criar aqui uma releitura do que leio lá, perderia completamente o sentido. Afinal, o grande lance do blog, aliás, não só do blog, mas da rede como um todo, é dar margem a esse jornalismo caseiro, ao mundo que existe em cada cabeça. Nesse blog vai um pouco do meu! Agora já foi: eis, escancarado, meu cérebro na rede!