Ambições


Quero verdade sem ferida
Convívio sem rixa
Pecado sem culpa
Começo sem fim

Entrega sem prazo
Porre sem ressaca
Limpeza sem faxina
Acerto sem erro

Decisão sem renúncia
Fama sem cobrança
Conquista sem jogo
Sucesso sem suor

Quero mostra sem crítica
Saber sem estudo
Vexame sem troça
Espera sem dor

Gula sem gordura
Conforto sem conta
Insônia sem fadiga
Bate sem volta

Maturidade sem malícia
Gravidez sem estria
Lucidez sem loucura
Pressa sem imperfeição

Quero alegria sem tristeza
Petisco sem arrisco
Alma sem chaga
Vida sem morte

Distância sem saudade
Tempo sem ruga
Ócio sem tédio
Deus sem fé

Quero, a um só tempo:
Os dois lados da moeda
O par e o ímpar
O anterior, o atual e o que virá

Quero o que não posso ser
Sem largar o que sou
E o que posso ser
Já não mais me interessa

Quero todas as virtudes do mundo
Quero o impossível
De tanto tudo querer ser
Nada sou