Mãe, são seus:

Para Teresinha

Minha querida mãe eu queria lhe agradecer por tudo de boa que você fez por mim muito obrigada e três ou quatro beijos de sua filha que te ama Lia e eu te amo muito mesmo de
verdade verdade verdade verdadeira mesmo mesmo.

Ass: Lia Lira Olivier Sanders:
Parabéns Teresinha.

Haja fôlego! Cadê as vírgulas desse negócio? Tentem imaginar o escrito em papel de carta, com aquela letrinha do jeito que a tia do jardim ensinou e compreendam a minha risada ao relê-lo. A letra piorou horrores. Por outro lado, assimilei um pouco mais de pontuação. Na categoria mãe não há comparações. Sua mãe só pode ser... A sua mãe. A minha, claro, é a melhor mãe do mundo!

Porque as homenagens só fazem sentido em vida
E porque hoje é dia das mães:

Mãe,
São seus:

A inteira amizade
A maior das influências
O arregalado do olho

A língua afiada
O melhor conselho
A atrevida franqueza

A constante alegria
A telepatia
A antecipação

O fazer-se valer
O pedir sempre o máximo
A falta de medo do não

O oportuno grito
A absoluta confiança
O olho no olho
O firme aperto de mão

A raiva de, estourando, dez minutos
A mania de banho
De perfume

A segurança:
Pra me considerar viável
Mudar de idéia
Não me alimentar de elogio
Sair de um filme chato

O poema mais difícil
A lágrima
O riso

O mais entregue amor
E eu